UOL Olimpíadas 2008 Blogs dos Atletas
 

Sebastián Cuattrin - Remo

14/10/2008

Sebastian Cuattrin mostra toda a sua força na Regata da Escola Naval.

 

 

Nascido em Rosário, na Argentina, naturalizado brasileiro, Sebastián Cuattrin (QUEIJOS REGINA, UNIVALE, BIGCARD, MORMAII/ROCK POINT e CROE) é, sem dúvida, o grande destaque da canoagem de velocidade no Brasil. O seu nome se confunde com a própria modalidade e serve como referência quando se trata do assunto. O início foi nas águas do Rio Doce, em Governador Valadares (MG) com 13 anos de idade. Já em 88, garantiu o primeiro de seus muitos títulos, no Campeonato Mineiro, na categoria juvenil.

Especialista na canoagem velocidade, foi o responsável pelas primeiras conquistas da modalidade do País em competições internacionais. Em 92, classificou um barco brasileiro pela primeira vez às Olimpíadas, para os Jogos de Barcelona. Também foi o primeiro brasileiro a entrar em uma final olímpica na canoagem, quando ficou em 8º lugar em Atlanta-96.

Atualmente, coleciona mais de 114 títulos nacionais em 20 anos de dedicação à canoagem e à Seleção Brasileira. Em jogos pan-americanos, começou a sua trajetória em Havana (1991), com um 4º lugar no K1 1000m e outros três quintos. As primeiras medalhas vieram em Mar Del Plata (95), com dois bronzes, no K1 1000m e K2 1.000m. No ano passado, consagrou-se no Pan Rio com o ouro na prova de K-4 1.000m, além de levar a prata na K-1 1000m.

Com a vida toda dedicada à canoagem e principalmente à modalidade de velocidade, Cuattrin também se apaixonou por outra modalidade, a canoa havaiana, ou outrigger, que conheceu através do amigo em Santos onde reside atualmente. Logo, se tornou o grande nome, garantindo títulos no individual e coletivo, com a equipe TriboQPira, atual tetracampeã nacional.

Depois de tantos anos dedicado à modalidade de velocidade, Sebastián, com o inestimável apoio dos seus patrocinadores, QUEIJOS REGINA, UNIVALE, BIGCARD, MORMAII/ROCK POINT e CROE também se destacou nas provas de canoagem oceânica, maratona e travessia. “O Seba,” como é chamado comumente pelos amigos, “possui uma resistência impressionante, ele consegue largar e chegar mantendo sempre o mesmo ritmo forte mesmo quando as provas tem mais de 10 km’s” comenta seu treinador o húngaro Akos Angyal. “Ele é um fenômeno do esporte e tem uma habilidade única em remar com tanta intensidade mesmo em distâncias tão longas”.

No último final de semana, Cuattrin (QUEIJOS REGINA, UNIVALE, BIGCARD, MORMAII/ROCK POINT e CROE) mostrou o porque é merecedor de tantos títulos, elogios e prêmios por parte da comunidade esportiva nacional e internacional.

Venceu uma das mais importantes competições do calendário nacional da canoagem oceânica, a REGATA DA ESCOLA NAVAL, realizada neste final de semana, dia 12 deste mês, no Rio de Janeiro. Ele percorreu os 13 Km’s da prova em 55 minutos, chegando na frente até dos primeiros colocados dos duplos. ”O Cuattrin parece uma máquina, ele entra em um ritmo e vai até o final muito forte, é impossível acompanhá-lo” revela um dos competidores que o viu passar com uma velocidade incrível. Cuattrin competiu na categoria Classe 1 especial. Sua categoria foi a terceira a largar e “ele saiu ultrapassando os competidores que estavam nas categorias que largaram antes. Foi muito lindo ver a disposição e a velocidade com que ele faz isso”. Comentou seu treinador.

“As coisas não foram fáceis como as pessoas imaginam”, revela Cuattrin. No sábado quando foi treinar para reconhecer o local da prova, na primeira remada quebrou o apoio de pés. Ele conta que ficou muito tenso pois não seria possível consertar a tempo. “Nesses momentos difíceis é que vemos os verdadeiros amigos, o Bira me emprestou o barco dele que era melhor que o meu e remou com o apoio de pés que eu tinha quebrado.” “Ele foi um grande irmão e agradeço de coração esse gesto de esportista e de amigo.“ Sebastián largou 6 minutos após a partida das canoas havaianas. “Depois do tiro de canhão da minha largada remei forte, tinha que ganhar tempo, aproveitar as ondas e tentar me aproximar o máximo possível dos competidores que largaram antes de mim”. “Fui subindo e descendo as ondas, aproveitando ao máximo a ajuda do mar e a corrente, consegui fazer um trabalho muito bom e remei com muita força do início ao fim da competição”.

Com a vitória, Sebastián faturou a medalha de ouro e um lindo de prato de cristal que vai para a sua galeria de conquistas mantida com muito carinho na casa de sua mãe em Governador Valadares. “É muito gratificante quando entro na sala de troféus na casa da minha mãe, relembro todas as competições em que participei e como foi prazeroso subir ao pódio.” Com certeza Dona Silvia, e toda a família Cuattrin se orgulha muito de todas as conquistas do campeão. “Além da minha família, da Regina, minha esposa, fico muito grato aos meus patrocinadores QUEIJOS REGINA, UNIVALE, BIGCARD, MORMAII/ROCK POINT e CROE pela ajuda e pela confiança nas minhas remadas.

     Depois de um pequeno descanso Cuattrin já iniciou sua preparação para o Campeonato Sulamericano de Canoagem de Maratona que acontecerá no primeiro final de semana de Dezembro na cidade de São Vicente, São Paulo para o qual já está classificado. “Espero andar bem no Sulamericano de Maratona e também defender meu título na Etapa Brasileira da Copa do Mundo de Canoas Havaianas no Rio de Janeiro em dezembro também.” Para isso Cuattrin conta com a continuidade das parcerias de sucesso com os seus patrocinadores (QUEIJOS REGINA, UNIVALE, BIGCARD, MORMAII/ROCK POINT e CROE) e com a grande torcida de todo o Brasil.

      “Em breve se inicia a temporada 2009 onde enfrentarei desafios ainda maiores. Aguardem”, avisa com um sorriso estampado no rosto após a premiação.

Quem realmente o conhece, sabe que com certeza serão obstáculos muito difíceis, mas que com a ajuda da torcida, da família e o apoio financeiro dos patrocinadores vão se tornar mais um troféu na sua galeria.

 

Escrito por Sebastián Cuattrin às 18h27
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
09/09/2008

Um Campeonato para entrar para a história

Durante muitos anos me perguntei como seria a canoagem em alguns dos estados brasileiros mais afastados do Sudeste como Pará, Amazonas e Tocantins por, onde sei que existem muitos atletas de e recursos hídricos. Nos últimos anos tenho recebido as respostas para esses questionamentos e encontrado uma canoagem forte, organizada e muito bem estruturada, gerenciada por pessoas que querem ver o esporte crescer e tornar-se uma potência e uma referência na suas cidades e estados. Este é o caso de Tocantins, mais especificamente Palmas, onde participei de um dos melhores eventos realizados no Brasil.  Afirmo isso com a autoridade de quem já rodou o país e o mundo participando de competições de canoagem.

A 9ª Maratona de Canoagem de Palmas, um evento que fez parte das comemorações do 7° Aniversário da formação do Lago de Palmas e do 10° Aniversário de fundação da Federação Tocantinense de Canoagem.

Fiquei impressionado com a organização do evento e a fantástica estrutura montada para receber os atletas. As instalações montadas eram delimitadas com seguranças e um lindo e grande pórtico de entrada onde estava pendurado um caiaque duplo. Barracas com aspersores de água, frutas variadas à vontade, água, local para os atletas com vestiário, banheiros, uma grande barraca com cadeiras e mesas, um palco coberto para shows e entrega de premiações, barracas onde estavam instaladas alguns parceiros do evento com massagistas, brindes e recreadores para as crianças, um evento a nível mundial, muito bem organizado e montado nas areias da Praia da Graciosa com o patrocínio da INVESTCO, empresa responsável pela geração de energia e manutenção das margens e do lago, e o apoio da Prefeitura Municipal de Palmas, Sesi e de parceiros locais.

 

Para mim, o ápice do evento aconteceu bem antes do início das disputas da programação esportiva para os adultos. Esse momento que considero mágico, se deu quando cheguei às 9:00 da manhã no local do evento e encontrei mais de 120 alunos do Projeto Remando no Lago, que conta com o patrocínio da Investco e o apoio da Prefeitura Municipal de Palmas para ensinar a canoagem a 450 crianças de 8 a 18 anos de idade da rede pública de ensino. Sob o comando de seus responsáveis Ton Fernandes e Sargento Fiel, as crianças aguardavam ansiosas para me conhecer.

Fui recebido com muito carinho, ministrei uma palestra com o tema “Superação de obstáculos e dos desafios que a vida nos proporciona tanto no esporte quanto fora dele”. Após tirar as dúvidas deles fui conferir o grande potencial que tem em uma competição realizada em duplas na distância de 300 metros. Fiquei impressionado com o desempenho da garotada que além de remar com uma excelente técnica, o fizeram com muita força de vontade e muita raça. Após as provas que definiram os vencedores pude ter o prazer de entregar as medalhas em companhia da Sra. Fernanda, diretora da Investco que patrocina o projeto.

Para encerrar o evento distribui fotos autografadas para cada um deles. Esse foi um momento muito especial para mim, pude ver bem de perto cada rostinho, conversar e brincar com alguns deles, tirar fotos e sentir o carinho desses meninos e meninas que são o futuro do Brasil como atletas e como cidadãos. Foi um momento muito especial de alegria para eles e principalmente para mim, com certeza ficou marcado na minha memória pelo carinho e pela simplicidade na demonstração de afeto. Sou grato a todos os organizadores por terem me proporcionado tamanha alegria, muito obrigado!

Mas minhas surpresas ainda não tinham acabado elas aumentaram quando entrei nas águas do Lago de Palmas. Completamente cristalina e povoada por peixes de várias espécies de uma beleza rara proporcionada pela natureza em harmonia com o toque da engenharia moderna. Pude contemplar toda a infra-estrutura montada para as competições principais de dentro do lago. Foi uma visão fantástica.

O evento se iniciou às 14:30 com a largada da prova de Enduro a Pé. As 30 equipes participantes compostas por funcionários de empresas e órgãos públicos competiram em um percurso às margens do lago com obstáculos naturais, riachos, montanhas e muito calor. Venceu a equipe que foi mais precisa em relação à velocidade média Ideal e que perdeu menos pontos após a apuração dos tempos de passagem pelos pontos de controle posicionados ao longo do caminho.

Em seguida foi dada a largada da 9ª Maratona de Canoagem de Palmas, com a participação de mais de 120 atletas de Tocantins, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal e Pará disputando nas categorias K1 Olímpico, K1 Escola, Duplo masculino e Open feminino. Com 15 quilômetros de distância percorridos em uma raia triangular de 05 quilômetros, os atletas passavam pela frente da praia 3 vezes recebendo o carinho e os aplausos do grande público presente ao evento. A meta foi na areia, onde o atleta carregava correndo o seu caiaque até a passagem do pórtico de chegada.

Durante a realização das competições de canoagem, foi dada a largada para a prova da 2ª Copa Centro-Oeste de Triathlon, com a presença de mais de oitenta atletas de renome nacional, entre eles a triatheta Marian Ohata. Foram percorridas durante a prova 1,5 quilômetros de natação, 40 de bicicleta e 10 quilômetros de corrida podendo ser feita por um atleta apenas ou no sistema de revezamento.

O final de evento foi marcado por uma confraternização entre todos os participantes das competições, com show de música, entrega das premiações e um coquetel para todos os participantes. Sem dúvida alguma foi um campeonato para entrar para a história.

 

Escrito por Sebastián Cuattrin às 17h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
08/08/2008

Abertura dos Jogos

Durante toda a história da canoagem nacional em Jogos Olímpicos tive o prazer e a oportunidade de poder ver a festa de abertura do evento de dentro do estádio. Hoje pela primeira vez em 20 anos assisti essa cerimônia em casa, pela televisão e pude ver o quanto é lindo todo o espetáculo desde o início.

Também senti a grande angústia de não estar lá, desfilando ao lado da delegação brasileira, mas tive a maravilhosa oportunidade de poder ver a minha esposa, Dra. Regina Célia Reis Cuattrin, fisioterapeuta do COB desfilar e representar a nossa família. Sinto-me feliz e muito orgulhoso de ter estado lá, a cada minuto na lembrança de muitos amigos que pude ver e principalmente nos pensamentos da minha esposa. Parabéns Brasil, vocês são o máximo e estaremos torcendo pelo sucesso de todos vocês...

Escrito por Sebastián Cuattrin às 12h40
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
25/06/2008

Primeiro lugar no campeonato paulista de Canoagem Oceânica!

No domingo participei da I Etapa do Campeonato Paulista de Canoagem Oceânica, na cidade de São Vicente, no Pier do Careca.

Ganhei a prova que foi disputada com largada lemans, com os caiques perfilados na areia e os atletas a uma distância de 20 metros das embarcações, após o sinal de partida corri bem rápido e procurei entrar no caiaque com muita velocidade para escapar de possíveis acidentes. O mar estava calmo, sem muitas ondas e remamos o percurso de 12 km's fazendo 3 voltas de 4 km's passando em frente à praia, indo até a ponte pêncil e voltando até o pier.

Apesar do desgaste da viagem entre Governador Valadares e Santos, me senti muito bem durante a competição, remei muito forte desde a largada assumindo a liderança geral da prova nos primeiros km's. Conquistei o primeiro lugar na classe 1 individual chegando na frente dos Duplos oceânicos. Foi muito legal!!! O dia não estava ensolarado, como esperado pelos organizadores, mas a temperatura estava boa para remar.



Escrito por Sebastián Cuattrin às 15h20
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
04/06/2008

Apresentação

Olá, pessoal,


Sou Sebastián Cuattrin, canoísta que defende o Brasil.


Neste blog, pretendo contar a vocês um pouco mais sobre o esporte, a minha carreira, meus títulos e como a minha geração é importante para a história da canoagem no país.
Também pretendo comentar a respeito das Olimpíadas de Pequim.

Escrito por Interação às 15h35
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]
Perfil

Cuattrin começou a remar aos 13 anos, em Minas Gerais. Hoje, com 35 anos, o canoísta soma títulos: 17 vezes campeão pan-americano de canoagem, 22 vezes campeão sul-americano e 103 vezes campeão brasileiro em várias modalidades.

Busca
Neste blog Na Web

Histórico